Acesso em escadas para deficientes motores

Acesso em escadas para deficientes motores

Acesso em escadas para deficientes motores sem Obras.

Agora o acesso a escadas por deficientes motores pode ser feito sem necessidade de fazer obras, temos por exemplo 3 soluções que devolvem a essas pessoas a capacidade de voltar a vencer os degraus das escadas, seja no interior ou exterior dos prédios ou moradias: a cadeira-elevador de escada; a plataforma-elevador de escada ou os
trepadores de escadas.

Temos por exemplo os trepadores de escadas, equipamentos que tem a vantagem de se poder transportar e ser utilizado em locais distintos, desde que auxiliado por um operador.

Acesso em escadas para deficientes motores, os trepadores podem ser a solução ideal para si.

Qual o peso máximo que o Trepador suporta?

O peso máximo é de 130 kg ou 160 kg, incluindo a cadeira de rodas.

O Trepador transporta todos os tipos de cadeiras de rodas?

O Trepador está preparado para ser utilizado com praticamente todas as cadeiras de rodas manuais, mas não permite a utilização de cadeiras de rodas eléctricas.

O Trepador pode ser utilizado em todas as escadas?

Sim, em praticamente todas as escadas, desde que a sua inclinação não exceda os 35º.

Qual o tipo de motor?

O motor é eléctrico. Tem duas baterias que são carregadas com a ajuda de um carregador, semelhante ao de um telemóvel.

Como se sabe qual o estado da carga da bateria?

O Trepador tem um mostrador LED:

– led verde – está operacional

– led intermitente verde/vermelho – autonomia para 3 a 4 lanços de escadas (30 a 40 degraus)

Qual a sua autonomia?

Cerca de 1000 degraus.

Qual a garantia?

2 anos.

É difícil, e requer muita força, a utilização do Trepador?

Não, de modo algum.

 

SOLUÇÕES DE MOBILIDADE PARA PESSOAS

Siga-no no facebook

Legislação acessibilidade para deficientes motores

Legislação sobre a acessibilidade para deficientes motores

Legislação acessibilidade para deficientes motores (Decreto-Lei N.º 163/2006, de 8 de agosto).

Indicou o dia 8 de fevereiro de 2017 como o prazo máximo estipulado para a eliminação das barreiras  arquitetónicas, no entanto urge ainda resolver muitos problemas que persistem nessa área.

Legislação acessibilidade para deficientes motores, decreto-Lei n.º 163/2006 de 8 de Agosto Aprova o regime da acessibilidade aos edifícios e estabelecimentos que recebem público, via pública e edifícios habitacionais, revogando o Decreto-Lei n.º 123/97, de 22 de Maio.

A promoção da acessibilidade constitui um elemento fundamental na qualidade de vida das pessoas, sendo um meio imprescindível para o exercício dos direitos que são conferidos a qualquer membro de uma sociedade democrática, contribuindo decisivamente para um maior reforço dos laços sociais, para uma maior participação cívica de todos aqueles que a integram e, consequentemente, para um crescente aprofundamento da solidariedade no Estado social de direito.

São, assim, devidas ao Estado acções cuja finalidade seja garantir e assegurar os direitos das pessoas com necessidades especiais, ou seja, pessoas que se confrontam com barreiras ambientais, impeditivas de uma participação cívica activa e integral, resultantes de factores permanentes ou temporários, de deficiências de ordem intelectual, emocional, sensorial, física ou comunicacional.

Do conjunto das pessoas com necessidades especiais fazem parte pessoas com mobilidade condicionada, isto é, pessoas em cadeiras de rodas, pessoas incapazes de andar ou que não conseguem percorrer grandes distâncias, pessoas com dificuldades sensoriais, tais como as pessoas cegas ou surdas, e ainda aquelas que, em virtude do seu percurso de vida, se apresentam transitoriamente condicionadas, como as grávidas, as crianças e os idosos.

Legislação acessibilidade para deficientes motores, temos a solução para o problema das pessoas com dificuldades em subir e descer escadas em prédios, moradias e outros locais tanto públicos com privados.

SOLUÇÕES DE MOBILIDADE PARA PESSOAS

Siga-no no facebook

Dificuldade em subir e descer escadas

Dificuldade em subir e descer escadas em prédios e moradias

Dificuldade em subir e descer escadas em prédios e moradias.

Para quem tem dificuldade em subir e descer escadas em prédios e moradias, seja no interior ou no exterior, de imediato ou em poucos dias fornecemos uma solução adequada e personalizada, segura e confortável, sem necessidade de obras.
Temos por exemplo os trepadores de escadas, equipamentos que tem a vantagem de se poder transportar e ser utilizado em locais distintos, desde que auxiliado por um operador.

Dificuldade em subir e descer escadas em prédios e moradias, os trepadores podem ser a solução ideal para si.

Qual o peso máximo que o Trepador suporta?

O peso máximo é de 130 kg ou 160 kg, incluindo a cadeira de rodas.

O Trepador transporta todos os tipos de cadeiras de rodas?

O Trepador está preparado para ser utilizado com praticamente todas as cadeiras de rodas manuais, mas não permite a utilização de cadeiras de rodas eléctricas.

O Trepador pode ser utilizado em todas as escadas?

Sim, em praticamente todas as escadas, desde que a sua inclinação não exceda os 35º.

Qual o tipo de motor?

O motor é eléctrico. Tem duas baterias que são carregadas com a ajuda de um carregador, semelhante ao de um telemóvel.

Como se sabe qual o estado da carga da bateria?

O Trepador tem um mostrador LED:

– led verde – está operacional

– led intermitente verde/vermelho – autonomia para 3 a 4 lanços de escadas (30 a 40 degraus)

Qual a sua autonomia?

Cerca de 1000 degraus.

Qual a garantia?

2 anos.

É difícil, e requer muita força, a utilização do Trepador?

Não, de modo algum.

 

SOLUÇÕES DE MOBILIDADE PARA PESSOAS

Siga-no no facebook

Soluções de Mobilidade para Pessoas | pessoas com mobilidade reduzida

Ajudamos as pessoas com mobilidade reduzida a vencer as barreiras

Ajudamos as pessoas com mobilidade reduzida a vencer as barreiras arquitetónicas e a viver melhor, porque temos soluções que facilitam a transposição das escadas ou outros desníveis, no interior ou no exterior, com toda a segurança e conforto.
Tratarmos os clientes como gostaríamos de ser tratados, oferecendo-lhes:

  • Informação clara e objetiva acerca das soluções de que dispomos;
  • Uma proposta de valor boa e justa;
  • A solução mais económica que resolva os seus problemas e um serviço rápido e eficaz.

A Escadafácil foi fundada em 1993, com implantação nacional, é uma organização dedicada à eliminação de barreiras arquitectónicas e urbanísticas que se deparam às pessoas com mobilidade reduzida.

A nossas Soluções para pessoas com mobilidade reduzida:

 

SOLUÇÕES DE MOBILIDADE PARA PESSOAS

Siga-no no facebook

Decreto-Lei N.º 163/2006, de 8 de agosto

Decreto-Lei N.º 163/2006, de 8 de agosto

O Decreto-Lei N.º 163/2006, de 8 de agosto e a mobilidade reduzida.

O Decreto-Lei N.º 163/2006, de 8 de agosto , consagra a legislação em Portugal sobre a acessibilidade das pessoas, nomeadamente as que têm mobilidade condicionada, em cadeiras de rodas, incapazes de andar ou de percorrer grandes distâncias.

Decreto-Lei N.º 163/2006, de 8 de agosto

Compete ao Estado português garantir e assegurar os direitos das pessoas com essas necessidades especiais, designadamente aquelas que se confrontam com barreiras ambientais, permanentes ou temporários, resultantes de deficiências de ordem física, intelectual e sensorial.

A promoção da acessibilidade constitui um elemento fundamental na qualidade de vida das pessoas, sendo um meio imprescindível para o exercício dos direitos que são conferidos a qualquer membro de uma sociedade democrática, contribuindo decisivamente para um maior reforço dos laços sociais, para uma maior participação cívica de todos aqueles que a integram e, consequentemente, para um crescente aprofundamento da solidariedade no Estado social de direito.

São, assim, devidas ao Estado acções cuja finalidade seja garantir e assegurar os direitos das pessoas com necessidades especiais, ou seja, pessoas que se confrontam com barreiras ambientais, impeditivas de uma participação cívica activa e integral, resultantes de factores permanentes ou temporários, de deficiências de ordem intelectual, emocional, sensorial, física ou comunicacional.

Do conjunto das pessoas com necessidades especiais fazem parte pessoas com mobilidade condicionada, isto é, pessoas em cadeiras de rodas, pessoas incapazes de andar ou que não conseguem percorrer grandes distâncias, pessoas com dificuldades sensoriais, tais como as pessoas cegas ou surdas, e ainda aquelas que, em virtude do seu percurso de vida, se apresentam transitoriamente condicionadas, como as grávidas, as crianças e os idosos.

SOLUÇÕES DE MOBILIDADE PARA PESSOAS

Siga-no no facebook